Direitos humanos: ‘Ser humano é sempre sagrado e inviolável’, diz Papa

Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos é comemorado hoje

Da redaçãoO Papa Francisco publicou, nesta terça-feira, 10, uma mensagem no Twitter, por ocasião do Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

“O ser humano é sempre sagrado e inviolável, em qualquer situação e em cada fase do seu desenvolvimento. Se esta convicção ruir, não permanecerão fundamentos sólidos e permanentes para a defesa dos #DireitosHumanos”

Direitos Humanos

O Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos é comemorado em 10 de dezembro. A data tem um significado de extrema importância para a história da humanidade. A Declaração Universal dos Direitos Humanos contém trinta artigos que garantem a todos os seres humanos o direito à liberdade, à vida, à segurança e à dignidade.

O documento é um marco na história dos Direitos Humanos, e foi elaborado por representantes de diferentes origens jurídicas e culturais de todas as regiões do mundo. Foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em Paris, em 10 de dezembro de 1948, por meio da Resolução 217 A (III) da Assembleia Geral como uma norma comum a ser alcançada por todos os povos e nações. Desde sua adoção, a DUDH foi traduzida em mais de 500 idiomas