BIOGRAFIA DE DOM EDMAR PERON

Dom Edmar Peron nasceu em uma família de migrantes que, em busca de melhores condições de vida, no início da década de 50, desceu do oeste paulista para Maringá – PR. Ali seus pais – Leonildo Peron e Aparecida Besagio Peron – cresceram, se casaram e vivem. É o primeiro dos quatro filhos do casal. Foi batizado no mesmo ano que nasceu, na paróquia Santo Antônio de Pádua, e recebeu, das mãos de Dom Jaime Luiz Coelho, o Sacramento da Crisma, na Catedral Nossa Senhora da Glória, de Maringá, no ano seguinte.

Fez os estudos do ensino básico nos colégios Duque de Caxias e Rodrigues Alves e o ensino médio no Instituto de Educação de Maringá. Terminado o ensino médio, aos 18 anos, entrou no Seminário Maior Arquidiocesano Nossa Senhora da Glória – Instituto de Filosofia, em Maringá, onde cursou Filosofia (1983–1985), seguindo depois para o Seminário Paulo VI – Instituto Teológico Paulo VI, em Londrina (1986–1989), para os estudos de Teologia.

Depois dos sete anos de seminário, no dia 23 de julho de 1989, foi ordenado diácono, pelo mesmo Dom Jaime Luiz Coelho, Arcebispo Metropolitano, que também o ordenou Padre para a Arquidiocese de Maringá no dia 21 de janeiro de 1990. Desde então serviu a aquela Arquidiocese, realizando trabalhos em diversas Paróquias e assessorias, além de atuar na formação dos seminaristas.

Foi vigário da Paróquia Santo Antônio de Pádua, em Maringá, em 1990 e 1991 e pároco das Paróquias: Nossa Senhora do Rosário, em Floresta, de 1991 a 1994; Santa Rosa de Lima, em Iguatemi, de 1996 a 1997; Sagrado Coração de Jesus, em Nova Esperança, em 1998 e 1999; e Cristo Ressuscitado, em Maringá, de 2002 a 2006. Foi Administrador Paroquial na Paróquia Nossa Senhora Rainha, em Atalaia, em 1998 e 1999. Colaborou com outras paróquias, especialmente no período em que participou da equipe de formadores dos seminaristas da Arquidiocese de Maringá, por 10 anos.

No 2000, foi enviado a Roma, por Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, para realizar estudos, em nível de Mestrado, em Teologia Dogmática, especialização em Teologia dos Sacramentos, até 2002.

Desde seu retorno, em 2002, foi professor de Teologia Dogmática e de Liturgia, inicialmente no Instituto Teológico Paulo VI e, posteriormente, na PUCPR – Campus Londrina. Durante seu sacerdócio atuou como membro do Colégio de Consultores e, em períodos alternados, também do Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Maringá.

Dedicou grande parte de seu trabalho pastoral, durante nove anos, à Pastoral de Liturgia e Canto da Arquidiocese de Maringá. Desde 2007 tem escrito para a Revista de Liturgia, em São Paulo. Foi vigário da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Marialva, de 2007 a 2009.

Na formação dos seminaristas, atuou por sete anos como Diretor Espiritual do Seminário de Filosofia Nossa Senhora da Glória, de 1991 a 1997, onde ele mesmo havia feito a sua formação filosófica. De 2007 a 2009 foi Reitor do Seminário de Teologia Santíssima Trindade, em Londrina.

No dia 30 de dezembro de 2009 foi nomeado pelo Papa Bento XVI para bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, sendo-lhe conferida a sede titular de Mattiana. Foi ordenado bispo, no dia 28 de fevereiro de 2010, em Maringá.  A sua ordenação episcopal aconteceu na Catedral Basílica menor de Nossa Senhora da Glória, sendo bispo ordenante Dom Jaime Luiz Coelho, 93 anos, arcebispo emérito de Maringá. Dom Anuar Battisti (arcebispo de Maringá) e o cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, foram os bispos coordenandes. Uniram-se a eles outros 19 bispos, 12 do Paraná e 7 de São Paulo*.

Tomou posse do Ofício de Bispo auxiliar de São Paulo no dia 14 de março de 2010, sendo imediatamente nomeado Vigário Episcopal para a Região Belém. Assumiu outros encargos em nível arquidiocesano, dentre os quais, bispo referencial para a liturgia e a formação dos futuros presbíteros e Vigário Geral da Arquidiocese.

Junto Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, é membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia desde 25 de junho de 2011.

Apêndice

Relação dos Bispos que participaram da ordenação episcopal de Dom Edmar Peron:

  1. Dom Jaime Luiz Coelho, Arcebispo Emérito de Maringá – PR
  2. Dom Anuar Battisti, Arcebispo de Maringá – PR
  3. Dom Odilo Pedro, Cardeal Sherer – Arcebispo de São Paulo – SP
  4. Dom Antônio Wagner da Silva, SCJ, Bispo de Guarapuava – PR
  5. Dom Armando Círio, Arcebispo Emérito de Cascavel – PR
  6. Dom Celso Antonio Marchiori, Bispo de Apucarana – PR
  7. Dom Dirceu Vegini, Bispo de Foz do Iguaçu – PR
  8. Dom Francisco Carlos Bach, Bispo de Toledo – PR
  9. Dom Francisco Javier Delvalle Paredes, Bispo de Campo Mourão – PR
  10. Dom Joaquim Justino Carreira, Bispo Auxiliar de São Paulo – SP
  11. Dom João Alves dos Santos, OFMCap, Bispo de Paranaguá – PR
  12. Dom João Bosco Barbosa de Souza, Bispo de União da Vitória – PR
  13. Dom João Mamede Filho, OFMConv, Bispo Auxiliar de São Paulo – SP
  14. Dom Mauro Aparecido dos Santos, Arcebispo de Cascavel – PR
  15. Dom Meron Mazur, OSBM, Bispo Auxiliar da Eparquia de São João Batista em Curitiba dos Ucranianos – PR
  16. Dom Milton Kenan Júnior, Bispo Auxiliar de São Paulo – SP
  17. Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Londrina – PR
  18. Dom Pedro Antonio Marchetti Fedalto, Arcebispo Emérito de Curitiba – PR
  19. Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Franca – SP
  20. Dom Tarcísio Scaramussa, Bispo Auxiliar de São Paulo – SP
  21. Dom Tomé Ferreira da Silva, Bispo Auxiliar de São Paulo – SP
  22. Dom Vicente Costa, Bispo de Jundiaí – SP